O Conselho Regional de Enfermagem do Distrito Federal – COREN-DF, repudia a medida tomada pelo Conselho Federal de Medicina – CFM, que ajuizou ação ordinária contra o GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL, objetivando suspender os efeitos dos artigos 1º, 2º e 3º da Portaria n.º 218/2012 da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, que autoriza e normatiza a prescrição de medicamentos e a solicitação de exames pelos Enfermeiros que atuam nos Programas de Saúde Pública do Distrito Federal. O COREN-DF não admitirá que o Conselho Federal de Medicina venha a legislar sobre o exercício legal da Enfermagem que é composta por profissionais altamente qualificados, extremamente competentes que realizam um serviço ético, moral e sério para a sociedade brasileira, em especial à população do Distrito Federal. O Conselho Federal de Medicina tenta com uma ação descabida proibir a Enfermagem de prescrever medicamentos estabelecidos em programas de saúde pública, rotina esta, que já vem sendo exercida há vários anos pelos Enfermeiros conforme autorizado no artigo 11, inciso II, alínea “c”, da Lei 7498/86. Ressalte-se que se hoje temos no Distrito Federal uma assistência básica de excelência e qualidade à saúde, se dá pelo empenho e exercício regular de profissionais altamente qualificados da Enfermagem. O COREN-DF não permitirá que a população, em especial a mais carente, venha a ser prejudicada ou até mesmo que seja colocada em risco. Risco esses, como doenças que podem ser evitadas, prejudicando assim a qualidade de vida da sociedade. Enquanto em países desenvolvidos as equipes de saúde buscam o trabalho em equipe em prol de um único objetivo, lamentavelmente o Conselho Federal de Medicina, anda na contramão e parece desconhecer o principal objetivo, pilar fundamental das ações básica da saúde. Não temos corporativismo, não queremos reserva de mercado, queremos simplesmente que o livre exercício legal da Enfermagem seja respeitado. Iremos tomar todas às providências cabíveis para que pessoas com atitudes retrógradas não venham a interferir e prejudicar a saúde da população.

Emissão de Certidão de Nada Consta
IMAGE
Primeira tese de pós-graduação em Enfermagem da UnB é apresentada

Estudo realizado em hospital público do Distrito Federal aponta alto risco em erros de medicação Leia mais...
IMAGE
Como atualizar o endereço?

  Profissional vai receber correspondência informando procedimentos da votação Leia mais...
IMAGE
ALERTA: cadastro deve ser atualizado até 23 de julho

  Débitos devem ser regularizados até sexta-feira. Inadimplentes não poderão votar Leia mais...
IMAGE
Infecção por HIV passa a ser de notificação compulsória

Portaria também torna obrigatória a notificação de acidentes de trabalho, violência sexual e casos graves e óbitos por varicela Leia mais...
IMAGE
SES-DF concede jornada de 18 horas para enfermeiros

Adesão é facultativa e não traz prejuízo ao profissional Leia mais...
IMAGE
Número do Conselheiro 24 Horas fora do ar

  Telefonia móvel do conselho está temporariamente indisponível Leia mais...
IMAGE
Como atualizar o endereço de e-mail?

Profissional recebe informações e novidades por e-mail Leia mais...
IMAGE
Expediente no Coren-DF nesta sexta-feira (4/7)

  Conselho funciona até meio-dia Leia mais...

Emissão de Certidão de Nada Consta

Imprimir

A Certidão de Nada Consta somente será emitida pelo Coren24h para os profissionais adimplentes que não possuem processo ético em andamento.

Abaixo seguem as informações para emitir a Certidão de Nada Consta:

1º) Acesse o sistema Coren24h através do link: www.coren-df.org.br/24h. Leia atentamente as instruções, principalmente se for o primeiro acesso.

 

2º) Após acessar o sistema, clique em Emissão de Certidão. Escolha a opção: Certidão Via Internet – NADA CONSTA.

 

 

3º) Clique em Imprimir Certidão.

 

 

Tuesday the 29th. Joomla 2.5 Templates. Conselho Regional de Enfermagem do DF
Copyright 2012

©